contato@ivonelima.com.br

Paulo Afonso-BA, 20 de maio de 2022

Marconi Daniel: “Com 96 milhões de reais para a saúde o povo não merece humilhação”

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
beee72d1-3832-45d8-a7e6-fbba6a1dbb62

PAULO AFONSO – Marconi Daniel (Podemos) criticou o diretor de gestão da Chesf, Adriano Lemos, na sessão ordinária desta segunda-feira 02, dizendo que a Chesf falta com respeito ao cidadão pauloafonsino obrigando-os a passar constrangimentos e sugeriu mais uma sessão convocando a diretoria para tentar sanar os problemas antes de a estatal sair de parte do Hospital como já está previsto.

“Todos os diretores responsáveis da Chesf  e do Hospital para que a gente possa fazer uma audiência pública porque a resposta dela não serve nem para mim nem para o povo; o que nos serve é prazo para que a empresa que está assumindo cumpra seus prazos e que o hospital não fique sem médicos, se tiver joguinho ou armação eu vou querer saber”, justificou Daniel.

O vereador fez indiretas ao colega Mário Galinho (SD) e afirmou que não critica o secretário de saúde, Guiarone, para vê-lo fora da pasta: “Não estou aqui combinando com um e outro para forçar ninguém sair não, e se não falei antes é porque não tínhamos UTI móvel sem receber e pacientes do Nair para serem transferidos e a prefeitura devendo e não é pouco.”

Segundo ele não foi feito o credenciamento para outras empresas participarem e não foi feito. “Então vir aqui dizer que o prefeito [Luiz de Deus] não sabe?, então tirem esses  bajuladores que tem aí, desses puxa-sacos ao lado dele e coloquem homens descentes para falar a verdade sobre o que está acontecendo.”

“Tudo agora é fake news”

Daniel disse que encaminhará ofício a Luiz de Deus sobre dividas com a UTI móvel “para deixá-lo ciente” entre outros problemas na saúde. “Ele precisa saber que vários fornecedores estão sem receber da prefeitura, eu não posso deixar que o povo do TFD passe essa humilhação que está passando com uma agonia para o embarque, mas o secretário conseguiu até mexer no trânsito diminuindo vagas, antes dizia que teria bancos, jardins, mas passe lá e você verá que os pacientes estão em pé e no sol.”

É importante lembrar que Guiarone iria à Câmara, mas viajou para resolver outras questões, segundo ele, prementes, e agora não há mais data para que conceder explicações sobre os assuntos abordados basicamente por Marconi Daniel que ficam sem respostas porque na Câmara, exceto por Marcondes Francisco (PSD), líder da bancada, nenhum outro vereador do governo ousa defendê-lo.

“Estão previstos 96,8 milhões de reais [noventa e oito milhões e oitocentos mil reais] para a saúde em 2020, dá mais de 8 milhões por mês, verba suficiente para que o povo não seja humilhado, mas o nosso secretário gosta mesmo é de status e ter puxa-sacos ao lado dele, esquecendo as necessidades do povo, quero dizer ao prefeito que mude enquanto é tempo porque esse rapaz está desgraçando com a saúde do povo de Paulo Afonso.”

 

Um comentário

  • Nessa briga de cachorro grande quem sofre é a população.
    Até quando o município irá usar e culpar a CHESF pelas suas atrocidades?
    Para que se destina o dinheiro público?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.