contato@ivonelima.com.br

Paulo Afonso-BA, 20 de maio de 2022

Ghiarone: “Luiz de Deus quer que assumamos de pronto a ortopedia do Nair”

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
IMAGEM_NOTICIA_1

PAULO AFONSO – Em entrevista concedida ao Painel, terça-feira 03, o secretário de saúde, Ghiarone Garibaldi mostrou que estava terminando o plano operativo para contemplar os 25% da gestão do Hospital Nair Alves de Souza, porque a partir do dia 1º de janeiro, a Chesf, mantenedora até agora de cem por cento do hospital cederá esse porcentual.

“Perceba que isto está vindo para o colo do município. Ora, já estamos nessa luta desde o início do ano, e está chegando o momento e ninguém está se mexendo, isso não combina comigo, porque se no dia 31 não tiver nenhuma atitude do município ficaremos com a mão na cabeça, desesperado para resolver o problema, por isso o Ministério da Saúde nos chamou para uma reunião [em Brasília] com urgência.”

Fez parte do plano emergencial, segundo Ghiarone, uma visita a dois hospitais com perfis parecidos com o Nair. “A hidrelétrica Itaipu tem um hospital chamado Marcílio Costa “Costa” que tem um modelo de gestão que fomos estudar, passamos o dia lá com os diretores; e na sexta fomos visitar o Hospital Municipal de Foz do Iguaçu que tem um modelo de gestão muito interessante porque tem fronteiras com o Paraguai e Argentina e tem muitas cidades que afluem para lá, uma característica nossa.”

Ghiarone já se reuniu com o prefeito e lhe comunicou os aspectos bons da visita ao Sul do país. “Não terá desassistência porque estamos elaborando o plano operativo. Vamos assumir conforme acertado com doutor Luiz um quarto do hospital, e ele quer que assumamos de pronto a ortopedia, que é o nosso problema maior.”

Ainda segundo  Ghiarone, uma vez que assuma o ortopedia o município poderá fornecer insumos ortopédicos para a cirurgia porque agora estamos impedidos por lei, não podemos fornecer a um hospital privado que não tem convênio com o SUS.”

Ghiarone terminou a entrevista se dizendo esperançoso com a entrada do município. “O Hospital Municipal tem reclamações, mas perceba que bem menos na minha gestão, a mesma coisa vai acontecer com HNAS por que?, porque vamos utilizar a lei, ela nos dá os parâmetros para agirmos.”

 

Foto: Reprodução/TV Santa Cruz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.