contato@ivonelima.com.br

Paulo Afonso-BA, 20 de maio de 2022

Zezinho detona Embasa: “O povo tá correndo com o papel na mão”

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
7eec3e93-6a5e-4584-8909-bdddf1c6f4a2

PAULO AFONSO – Há três meses a Câmara Municipal aprovou a renovação do convênio que mantêm o contrato da Embasa, inicialmente por dois anos, e depois a perder de vista.

O vereador Zezinho -sem partido, convidado a participar do consórcio para aprová-la na famosa reunião do “quem está comigo tem tudo, quem não está não tem nada”, dito pelo prefeito Luiz de Deus (PSD), segundo Moreirão (PSC), cuja segunda edição está para sair esses dias, preferiu ficar sem nada e danou-se a dizer o que pensa da Embasa.

Como antes, Zezinho atribui à empresa contas absurdas que estão “matando o povo de Paulo Afonso”.

Abrindo seu pronunciamento na manhã desta 2ª feira 05, perante os colegas incautos que aprovaram a dita-cuja para estarem hoje na galeria dos “que têm tudo”, disse Zezinho:

“Estão tirando os contadores de água e colocando relógios, e agora eu pergunto a quem votou a favor da Embasa, o contador que tão botando já vai contar agora?, ele é assim, se você está usando a água conta e se não está conta também e fica rodando, quem pagava 50 reais de água chegou a conta com cento e tanto, e agora como vai ficar?”, perguntou Zezinho sem ser aparteado por nenhum colega que votou a favor da empresa.

“A situação do povo piorou e ninguém olha para isso”

Zezinho disse ainda sem citar nomes que “só se olha para a Embasa, para a fortuna da Embasa que está levando milhões daqui, e o povo na miséria passando fome, todo mundo chorando com papel na mão; e aí como fica a situação com a Embasa roubando o povo?, nem esgoto tem, cai no rio miseravelmente.”

Pois é, Zezinho terminou seu discurso e curiosamente  nenhum dos nove votos que aprovaram a Embasa lhe foram solidária. Ninguém defendeu a empresa, deixando transparecer que o fizeram não por convicção no seu serviço, de outra forma, explicariam tecnicamente, porque as contas dobraram, segundo afirmativas do vereador, em apenas três meses, sendo que o serviço, como é do conhecimento de todos, piorou.

Forçosamente deve-se concluir que, “quem está comigo tem tudo”, minimiza ou até apaga qualquer dano, prejuízo, incapacidade e competência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.