contato@ivonelima.com.br

Paulo Afonso-BA, 25 de maio de 2022

Jogadores de basquete contam a dura realidade que enfrentam em Paulo Afonso: “Não temos nada”

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
page

PAULO AFONSO – Cerca de 70 pessoas, entre jovens e adultos jogam basquete regularmente em Paulo Afonso. São 16 times.  Jovens que entre um arremesso e outro, tentam driblar o vendedor de drogas sempre à espreita.

Eles têm em comum um único endereço: a quadra de esportes em frente ao Lindinalva Cabral [Av. Apolônio Sales] que completa o cenário de abandono simbolizado pelo prédio que, acabou por se tornar a maior propaganda da gestão de Jânio Soares, há quase trinta anos à frente do departamento de Cultura e Esportes do município.

“Nós organizamos um campeonato envolvendo 16 times e pedimos um banheiro químico à prefeitura, fomos informados que não teríamos porque esse seria enviado a um campeonato de futebol na área rural; ainda assim fizemos e foi um sucesso”, contou Madson, jogador há 20 anos.

O conserto diário

Como só têm a quadra, e esta vive precisando de reparos que a prefeitura ignora, são os próprios jogadores que se unem, juntam dinheiro e fazem. “A gente compra cimento, areia, tinta e somos nós os pedreiros; quando a gente precisa fazer alguma coisa vem aqui aos domingos e arrumamos.”

A quadra tem a aparência de um queijo suíço vermelho. É um perigo para eles, porque some-se ao piso, a iluminação é precária. “Aqui nesses refletores, as três lâmpadas deveriam iluminar a quadra, mas vejam que elas estão voltadas para a rua, só tem uma aqui para gente, fora as que estão queimadas”, observou um dos atletas.

A propaganda da prefeitura

Os jogadores se disseram revoltados com a peça publicitária em que aparece o basquete jogado na secretaria de Cultura e Esportes, e não em Paulo Afonso – inclusive com uma bola nova. “A gente não entendeu aquilo não, ele quer dizer que o município nos apoia?, em quê?

Cansados de pedir

Os meninos disseram que foram pessoalmente ao prefeito Luiz de Deus e à Câmara Municipal. “Só promessas.”

Um comentário

  • Será que a prefeitura não percebe que o esporte é uma forma de orientar ao jovem em trabalho coletivo , responsabilidade .Alem de controlar a saúdes das pessoas do município . Parabéns pela reportagem com o descaso da prefeitura com o esporte amador . É difícil entender este gestor de esporte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.