contato@ivonelima.com.br

Paulo Afonso-BA, 19 de maio de 2022

Igor Montalvão obtém vitória em duas frentes para gestão de LD com decisão sobre o Nair: financeira e política

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
treswqa

PAULO AFONSO – No governo há sofreguidão para ver a administração do Hospital  Nair Alves de Sousa longe do seu alcance. Porém, vindo de sua própria lavra.

Em ano eleitoral, não há campanha que resista ao fato de ter livrado o município de um passivo que chega a quase 4 milhões de reais por mês. Sem que ninguém esteja satisfeito, diga-se de passagem.

Eis que vendo adversários com campanha forte em Brasília para tirar o Nair do município e emplacá-lo como unidade federal, hoje a comemoração é no gabinete do prefeito Luiz de Deus (PSD), com a decisão do juiz federal João Paulo Pirôpo de passar a gestão do Nair  para a Ebserh.

Há vários políticos que encamparam a pauta, mas cumpre observar que a Justiça decidiu com base no trabalho da Procuradoria Municipal.

Igor, cauteloso, avisa que cabe recurso, mas agradeceu a Deus a decisão judicial obtida agora.

“Essa proposta foi recente porque antes dela nós tentamos outras medidas jurídicas cujas chances de recursos seriam mínimas: suspensão de sentença em Brasília para que suspendesse essa obrigatoriedade do município assumir; tentamos efeito suspensivo num recurso do município numa apelação em Brasília – o desembargador despachou marcando audiência. Nós aguardamos essa audiência com dia e hora lá em Brasília com representantes da Chesf, do governo do estado, mas demorou muito, então em razão dessa demora estudamos essa ação para tirar essa responsabilidade do município”, explicou a Procuradoria.

“A tese nova “

“Nós levantamos para o juiz as dificuldades do município, a questão de o Hospital ser da Univasf, e da Ebserh ser uma empresa pública para  administrar hospitais, ou seja, o único que não deveria ser obrigado era o município e era quem estava custeando toda a unidade.”

Igor complementou acrescentando que houve uma conversa entre ele e o juiz explicando mais detalhadamente a situação financeira do município e que hoje chegou a boa notícia.

“Graças a Deus deu tudo certo. Cabe recurso, mas de qualquer maneira é um recurso favorável ao município. E nós vamos continuar trabalhando nesse e nos demais recursos que tentamos em Brasília.”

Caso não haja revés em outra instância, o Hospital Nair Alves de Souza passa a ser federal a partir de janeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.