contato@ivonelima.com.br

Paulo Afonso-BA, 21 de maio de 2022

Depois de travar programas sociais, gestão os libera para recuperar terreno

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
d1b81d79-f3c3-453f-8241-741173bf4bba

PAULO AFONSO – A ex-secretária de Desenvolvimento Social, Ana Clara Moreira disse em entrevista ao Painel que sua situação na pasta tornara insustentável quando, numa enchente havida no período chuvoso deste ano, atingindo alguns bairros ficou “sem poder distribuir um tijolo”.

As dificuldades enfrentadas por Ana Clara, resta evidente agora, não tinham a ver com falta de recurso ou planejamento. Foi  uma forma de não dá visibilidade ao trabalho dela, desgastá-lo e forçar a ruptura.

Se isto passou primeiro pelo entendimento de Luiz de Deus (PSD), nenhum interlocutor confirma, mas sob sua autoridade a coisa correu. E o resultado, passado esse tempo, não foi bom.

O negócio é que agora a gestão tenta recuperar terreno e rápido. O Projeto de Lei nº 071/2019 que aumenta em 33% o valor do Cartão Paulo Afonso Cidadania, cujo valor passa de 52 reais para R$70, aprovado hoje por unanimidade na Câmara é um exemplo disso.

Outras ações vão ocorrer na subprefeitura do BTN, hoje a vitrine da gestão. Ainda que o governo negue o caráter político e sim, eleitoreiro dessas ações, elas têm forma e cheiro.

A coisa só não pode ser dita sobre o BTN porque desde que o genro do prefeito, Luiz Humberto assumiu mudou a paisagem.

O governo corre atrás de um grande prejuízo, pois ninguém tem culpa, especialmente os menos favorecidos “da nossa desunião.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.