contato@ivonelima.com.br

Paulo Afonso-BA, 21 de maio de 2022

Jota Matos sobre telefonema entre Anilton e Caires “Um chamou o outro de ladrão”

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
page

PAULO AFONSO – Jota Bolsonaro de Deus, classificou de “mentirosa” a informação dada pelo Painel, segundo fontes da prefeitura que, a lista com os funcionários que serão demitidos já chega a 500 pessoas. Segundo o diretor de programação da RBN, agora à tarde, as pessoas que estão passando essas informações têm o único objetivo de “causar terrorismo.”

“Luiz de Deus não seria tão cruel”, disse Jota, acrescentando que, por seu turno, a imprensa faz isso para ver “outros palhaços assumirem o poder.”

Jota comentou ainda um telefonema, com algumas trocas de gentileza, havido entre os ex-prefeitos Raimundo Caires (sem-partido) e Anilton Bastos (Podemos), segue o comentário:

“Os caciques têm que ter postura, porque suas excelências os eleitores estão de olho. Como é que um chama o outro de ladrão e agora estão todos juntinhos?, juntinhos e misturados?, o que chamou é ladrão e o outro que respondeu e chamou também, então os dois são ladrões e tá bom demais.”

Em seguida Jota perguntou como fica?, “É o mundo cão da política, infelizmente ou felizmente, mas precisa ser consciente. Eu sou a favor de que, realmente, quando um grupo assume o poder, não interessa se 1 ou 2 mil sai; sai porque tá sabendo que um tomou o espaço do outro.”

No frigir dos ovos, Jota Bolsonaro de Deus acabou me dando razão.

 

Foto de capa: Divulgação.

Um comentário

  • quanto ao fato de dizer que um chamou o outro e o outro chamou o um, diz o bom senso que quando duas ou mais pessoas que se dizem mutuamente malfeitores se juntam, ou foi pra somar forças ou então para se entregar a JESUS, é mais prta se entregar ao diabo. A mesma coisa que acontece com figuras que cercam o atual gestor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.