contato@ivonelima.com.br

Paulo Afonso-BA, 20 de maio de 2022

Argumento dos 27 milhões contra Anilton foi para as cucuias: será que Jean Roubert fala agora?

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
f3f82b09-fec2-42c2-9b7f-cea2d05124aa

PAULO AFONSO–  Quando ainda sonhava em ocupar a cadeira que hoje é de Pedro Macário (PP), mas os progressistas deram uma de Neymar, e fizem aquele drible desconcertante. Jean falava pelos cotovelos. Foi então o homem que encabeçou [como fez recentemente com a Embasa] a empreitada de rejeitar as contas do ex-prefeito Anilton Bastos (Podemos) junto aos nove. Alguns deles, se arrependimento matasse, não estariam mais nessa terra.

Eis que, curiosamente, quando a decisão que havia sofrido revés foi revalidada pelo juiz Cláudio Pantoja, há dois meses, os parlamentares Mário Galinho (SD) e José Carlos Coelho (PRB) foram os únicos que comentaram, e eles foram apenas coadjuvantes. O ator principal, calado estava e assim permaneceu.

Hoje, durante a entrevista de Flávio Henrique, o repórter Gil Leal perguntou ao vice-prefeito, “quanto cada um recebeu para fazer o que fizeram?”, cauteloso, Flávio não endossou a pergunta, nem  Jota Matos, diretor de programação da RBN.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.