contato@ivonelima.com.br

Paulo Afonso-BA, 26 de janeiro de 2022

Evinha sugere a Luiz de Deus que vá às redes sociais e explique o porquê de tantas obras paradas 

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
dd3936aa-27bd-4791-b52b-1fcabe5e8d2c

PAULO AFONSO- A líder da oposição, Evinha (Solidariedade), repercutiu na sessão ordinária da Câmara, nesta segunda-feira (29), uma fala do prefeito Luiz de Deus (PSD) no seu perfil do Instagram, em que ele parabeniza os vereadores que votaram a favor da suplementação orçamentária de 16 milhões de reais, sob o argumento de que serão investidos para pagar a folha da Saúde.

A parlamentar questionou a ausência do prefeito em outros temas levantados na Câmara, como, por exemplo, a audiência sobre a Segurança Pública- no momento de aflição da população que se sente desprotegida; a efetividade da lei que obriga o município a ter transparência com a vacina contra a Covid-19, sancionada por ele e não posta em prática e, por fim, uma explicação do porquê de tantas obras anunciadas no período eleitoral que estão paradas.

“O chefe maior da nossa cidade parabeniza os vereadores porque eles fizeram o que ele queria?, quantas vezes vocês me viram aqui questionar a ausência de uma fala do prefeito, e agora ele vai às redes sociais parabenizar por uma votação, honestamente não entendi o que ele quis dizer com isso”, questionou Evinha, acrescentando que está à espera de uma explicação sobre o distrato da obra de uma creche – ao lado do Cempa, que agora está parada.

“Gostaria de uma justificativa do prefeito sobre a obra da creche que está parada, também sobre o Ruberleno – único estádio da cidade-, transformado num canteiro de obras durante a eleição e agora está parado.”

“Não enchi a folha da prefeitura na época da eleição para ganhar votos”

A vereadora se negou a ficar com a culpa por uma eventual falta de pagamento na folha da Saúde, alegando que a responsabilidade de gerir os recursos é do prefeito, além do mais, ele “encheu” a prefeitura para ganhar votos.

“Mais respeito”

Ainda sobre a repercussão do posicionamento da oposição em relação ao projeto, a vereadora pediu que os colegas elevem o nível do debate e que evitassem termos pejorativo entre colegas. “Não vai ser nunca a minha fala com meus colegas aqui. A população nos confiou o dever de zelar pelos seus direitos e eu gostaria que tivéssemos mais respeito sobre as nossas falas e de quem está próximo a nós, que elevemos o nível do debate para o campo das ideias e não de ofensas pessoais.”

O último pedido da vereadora foi pela abertura da CPI, pois não dá mais para justificar a falta de posicionamento da Câmara ante das denúncias feitas pela bancada.

Evinha lembrou licitações sob suspeita de irregularidades, a compra de respiradores velhos e possíveis superfaturamento de empresas. “Estão esperando passar o tempo para engavetar a CPI por interesses políticos, e não pelo interesse do povo de Paulo Afonso.”

De acordo com o presidente Pedro Macário, a resposta se vai haver CPI ou não será na próxima semana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.