contato@ivonelima.com.br

Paulo Afonso-BA, 20 de maio de 2022

Entenda os bastidores da demissão de doutora Jéssica do Hospital Nair

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
page

PAULO AFONSO – Na madrugada desta terça-feira 26, fui atendida no plantão do Hospital Nair Alves de Souza, pela médica Jéssica Raissa Bezerra. Ela foi tão atenciosa e prestativa, calma e observadora que eu estranhei, para ser sincera.

Devo dizer também que passando algumas horas no hospital, nada me faltou. Estava com a pressão arterial alta. Recuperada, Jéssica me liberou.

De acordo com a publicação do Diário Oficial do município, dali a algumas horas, terminado o plantão, a médica foi demitida. Sumariamente.

A razão única da demissão de Jéssica, confirmou o secretário de Saúde, Adonel Jr. é realmente o rearranjo na pasta  que precisou contratar um contingente enorme de profissionais de saúde para o período crítico da pandemia de Covid-19, mas que agora, dada a estabilidade, vai reduzir drasticamente esse quadro.

Adonel explicou ainda que as demissões seguem um planejamento e que por isso, o nome de Jéssica não veio acompanhado de outros profissionais. Porém há outros médicos serão demitidos também.

Isso posto, é inegável a conexão entre a rapidez da demissão e um pôster da médica em suas redes sociais, com o seguinte enunciado: “Os casos de Covid no município de Paulo Afonso estão aumentando drasticamente. O Nair está superlotado! Peço, encarecidamente, que só venham em casos realmente emergenciais! Estamos numa situação tensa e triste!”

Todas as exclamações marcadas pelas doutora dá um entendimento ao leitor de que o hospital se transformou num foco da doença, não houve nas linhas a explicação devida de que o “hospital poderia estar lotado”, mas de vários outros atendimentos.

No governo o assunto gerou um grande mal-estar, e naturalmente contribuiu sim para a antecipação da demissão da excelente médica.

Por seu turno, é preciso reconhecer que Jéssica teria que ter um entendimento da gestão da Saúde sobre como se referir ao Nair, porque a responsabilidade da administração é do município, então seu pôster não é apenas uma questão pessoal, um alerta sobre a situação da Covid, como qualquer outro cidadão pode fazer, o que ela diz tem efeito na saúde pública.

Outros médicos ligados à prefeitura fazem coisas semelhantes, mas notem: com aval da Ascom, que por seguinte, da Secretaria de Saúde.

Há outro problema lateral, mas que deve ser posto na discussão. Luiz de Deus (PSD) venceu uma eleição sob forte ataque nas redes sociais de que não sabia gerir os recursos da Saúde, além de inúmeras denúncias de corrupção que desaguam nas redes sociais sem que se conheçam quem são “os autores”, o pôster de Jéssica é um presente para os detonadores de plantão. Por isso mesmo todo cuidado deve ser tomado pelos profissionais ligados à prefeitura.

Em si a preocupação da médica merece atenção mesmo.

Gil Leal detona na Angiquinho: 

“Foi uma perseguição à menina. Adonel Júnior é muito humano, jamais faria isso, mas ele é muito pequeno em meio as cobras. Eu defendo Adonel, agora tem lá a dona do Nair Alves de Souza que é quem manda em tudo. Só quem pode falar isso é Gil Leal. Tô dizendo é minha opinião, ora rapaz, eu não gosto que as pessoas façam isso com o ser humano, quanto mais uma pessoa que salva vidas!, um médico! Perseguir a médica, uma filha de Paulo Afonso por questões políticas.”

Questionado por mim, Adonel disse que “não tem ninguém acima dele no Nair”, mas que tem equipe, pessoas de sua confiança, e que, por fim, as decisões sobre demissões veem do prefeito.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.