contato@ivonelima.com.br

Paulo Afonso-BA, 24 de novembro de 2020

A pandemia impactou a gestão de Luiz de Deus a ponto de quase tirar-lhe a reeleição

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
1a952916-9d0f-4f88-8f65-3cbc75316010 (1)

PAULO AFONSO – É certo que o adversário Anilton Bastos (Podemos) não conseguiu lucrar com a campanha belicosa contra Luiz de Deus (PSD) tendo como arma a pandemia de coronavírus, pois, à medida que apontava erros na condução da crise sanitária, o eleitor via nele alguém cuja incompetência conseguia ser maior, afinal, Luiz herdou um sistema de saúde com muitas precariedades justamente do ex-prefeito.

No entanto, qualquer um que tenha a capacidade de juntar lé com cré, entendia que nenhum, nem outro, ambos não serviam para conter o problema em curso, daí por que o galo ciscou à vontade. Alguém ainda tem dúvida?

Os decretos que eram baixados com regras duras, e depois flexibilizados, fazendo crer que recuara por pressão, ainda que tentasse equilibrar ações no campo da saúde com a economia para o estrago não ser irrecuperável; uma mídia levada a toque de caixa para confundir o cidadão e colocá-lo contra o prefeito, coisa que, no curso de uma pandemia, tendo que construir todo o aparato da saúde às pressas, para garantir o tratamento dos futuros doentes não era muito difícil; secretários que sumiram de Paulo Afonso e deixaram suas funções ao léu; tudo isso somado, serviu bem ao propósito de encurralar o candidato à reeleição.

Por fim, a tragédia das mortes. Hoje o município tem 50 mortes por Covid-19. E o número não foi maior justamente pela capacidade que a gestão teve de reagir à crise. Mas, infelizmente ficou sufocada, sem poder contar o que realizava, precisando o tempo todo se defender de calúnias, de fake news, o diabo!

Luiz de Deus ter ganhado esta eleição foi heróico. As pessoas não podem mais se deixar levar pelo passado. Nenhuma eleição daqui para a frente depende do que foi feito, mas do que se faz agora, e como faz. As urnas foram cristalinas quanto a isso.

Quando Mário Galinho nasceu, Luiz já era um político promissor, construiu uma carreira longeva, o que significa dizer que foi muito bem-sucedido, mas isto foi levado em conta?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *