contato@ivonelima.com.br

Paulo Afonso-BA, 25 de maio de 2022

Projetos do vereador Marconi Daniel, aprovados nesta 2ª feira, tornam a casa do Padre e a Fundame Patrimônios Municipais

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
98da1bc4-623b-4029-ae39-c701dc3f50d9-odwrozunx3z2hpyw6997tn3lx40yal2l63tj62n6rs

PAULO AFONSO-  O vereador Marconi Daniel (Podemos) atendeu a duas reivindicações da comunidade católica por meio de dois projetos aprovados por unanimidade pela Câmara Municipal na sessão desta 2ª feira 04.

1º Projeto de Lei nº 66/2019, reconhece como Patrimônio Histórico Municipal o imóvel onde funciona a Fundação de Assistência à Criança e ao Adolescente da Diocese de Paulo Afonso, Fundame.

De acordo com o texto não apenas a sede, mas seu entorno ficará à disposição para que a prefeitura efetue a transferência da Fundame nas dependências da  Chesf, para o município.

“Esse projeto atende uma necessidade da Fundame que a partir de agora tem a segurança necessária para continuar desenvolvendo sua atividades voltadas para crianças e jovens carentes do município, como faz há mais de 25 anos”, comentou o vereador.

Cumpre dizer que nos últimos anos a Chesf faz vistorias no terreno, como vem liquidando todo seu patrimônio, havia receio de que a Fundame pudesse ser prejudicada. Especialmente os mais de 120 jovens atendidos por ela. Nesse espaço também funciona o Recanto Solidário, com horta e atividades voltadas para crianças com autismo.

A mesma preocupação se dava com a residência do pároco da Igreja São Francisco de Assis, Padre Ednaldo Santos. Houve murmúrios não confirmados pela Chesf de que o imóvel seria posto à venda.

A casa é contemporânea à Igreja, e residência paroquial há décadas.  Pelo Projeto de Lei, nº 67/2019, a casa que foi totalmente reformada pela comunidade agora também é Patrimônio Histórico Municipal.

A diocese de Paulo Afonso, por meio do bispo dom Guido Zendron, ainda não se manifestou sobre os projetos, mas é certo que o fará assim que tomar conhecimento.

“Eu estou com o meu mandato voltado para as questões dos meus munícipes, agora foi a Igreja Católica, mas já fiz projetos para outras denominações religiosas; não é justo que esses patrimônios que fazem parte da história do nosso povo fiquem à mercê da Chesf para ela fazer o que quiser, temos que dá alguma segurança institucional para a igreja e assim afastar qualquer problema futuro” pontuou o vereador ao Painel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.