contato@ivonelima.com.br

Paulo Afonso-BA, 26 de maio de 2022

Contradição: ganhando 45 mil, Luizinho diz no rádio que “prefeitura passa por dificuldades financeiras”

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
273367a3-723f-454b-8a4b-439de9751817

PAULO AFONSO- Séria cômico não fosse trágico, afinal quando os 45 mil reais que a prefeitura paga ao genro do prefeito, vem do dinheiro do contribuinte, a fala de Luizinho há pouco na Rádio Bahia Nordeste.

Sem pestanejar, Luizinho disse que a prefeitura não fez mais pela Barroca, dentre outros bairros periféricos, por que “passou por dificuldades financeiras.”

Ora bolas, para ficar numa expressão do tempo que político ainda tinha cerimônia de fazer em público aquilo que só se deve fazer no privado, ou melhor, na privada: que prefeitura neste país que, por ventura passa por dificuldades financeiras tem a coragem de sustentar um funcionário com um salário desses?

Ao comentar sobre o empréstimo que está para ser feito à Caixa Econômica Federal como único suporte financeiro para a execução de ações na periferia, Luizinho parece não estar tratando do mesmo município que fatura um 1 milhão por dia.

“Paulo Afonso foi um dos poucos municípios do Nordeste a ser oferecido esse recurso e foi ofertado ao senhor prefeito 300 milhões, o senhor tem capacidade de endividamento mais do que suficientes para receber 300 milhões de reais”, disse Luizinho.

Segundo o genro do prefeito, Luiz sabia que para a execução de seus projetos necessitaria de 60 milhões. “Esse recurso de crédito é disponibilizado para capitalização em área específica, não é para o prefeito gastar como ele bem quiser, vai para conta específica para o prefeito pagar as faturas geradas a partir do serviço executado e esses serviços que foram elencados pelo município”, explicou o genro do prefeito.

Luizinho lamentou que pessoas com “interesses específicos, escusos estejam tentando desmanchar essa coisa”.

Lembrando que nos áudios vazados, o que Luizinho não ousa repetir no rádio, dizia respeito a uma certa capitalização para outros fins: “Garantir a reeleição de vocês [vereadores]” e pela lógica a nossa, não é mesmo?

Sem a reeleição, babau salário de 45 mil reais por mês.

 

Foto: Assessoria Parlamentar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.