contato@ivonelima.com.br

Paulo Afonso-BA, 25 de maio de 2022

À Angiquinho Marconi Daniel diz que apoia aliança entre Anilton Bastos e Ena Vilma

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
page

BARRAGEM LESTE-AL – Os entrevistadores da Angiquinho FM, Ozildo Alves e Epidauro Pamplona aproveitaram a presença do vereador Marconi Daniel (PHS) para saber sobre o futuro político do ex-prefeito Anilton Bastos (Podemos).

Epidauro Pamplona, Marconi Daniel e Ozildo. Foto: Assessoria parlamentar .

Desde as primeiras palavras, especialmente por Epidauro, a gestão do ex-prefeito foi comparada a de Luiz, e ainda houve uma informação até então desconhecida: segundo Epidauro, Luiz de Deus recebeu propostas da Caixa Econômica Federal porque tem governo “transparente”, o que não aconteceu em gestões passadas.

Daniel o desmentiu imediatamente: “Tanto recebeu [a gestão de Anilton Bastos] que eu fui conferir pessoalmente e ele não quis optar por endividar a prefeitura.”

Em pouco mais de uma hora de conversa, Anilton ia e vinha na pauta, Ozildo quis saber sobre o rompimento entre ele e o prefeito Luiz de Deus, e Marconi se desviou, inclusive em responder se ele próprio está rompido com o prefeito?

“Eu aprovei mais de 30 projetos de Luiz de Deus, porque não aprovei esse [dos 80 milhões de reais] ele rompeu comigo”.

Ainda sobre alianças para as eleições de 2020, Daniel confirmou o telefonema entre os ex-prefeitos Raimundo Caires e Anilton, e revelou que a iniciativa partiu de Caires.

O zum zum zum 

Desde que Anilton deu aval para Ney Oliveira se candidatar a prefeito de Glória, anunciado aqui por nós do Painel, que os interlocutores do deputado federal Mário Júnior (PP), garantem haver um azedume na boa relação que vinham mantendo, à distancia,  ele e Anilton.

O acordo para a campanha era tácito e teria ido para o vinagre. “Veja que foi sair a nota da pré-candidatura de Ney e Mário Júnior anunciar que o PP terá candidato próprio”, disse um interlocutor de ambos.

À Angiquinho, porém, Marconi Daniel, como interlocutor de Anilton, não pôs fim à possibilidade de aliança com o PP e, diga-se de passagem, já faz um tempo que ressurgiu como elo, o nome da ex-prefeita de Glória, Ena Vilma.

“A política é arte de somar, eu fico receoso de falar sobre essa relação porque o atual prefeito fez isso e nos dividiu, colocando eu e Bero do Jardim Bahia na oposição; se essa situação acontecer [Ena e Anilton] eu apoio sim.”

Daniel finalizou a entrevista dizendo que um grupo tem que ter líder. “Alguém ao lado que possa conversar e quando se trata de alianças nós somos favoráveis.”

Daniel aproveitou o ensejo e jogou a bola para Ozildo, que garantiu apoio a qualquer decisão do grupo. “Se não concordar peça para sair, lógico que nada pode passar por cima dos seus princípios.”

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.