contato@ivonelima.com.br

Paulo Afonso-BA, 21 de maio de 2022

Marconi Daniel chama atenção para a violência: “Antes de ontem um, ontem três e hoje?

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
DSCF9356

PAULO AFONSO – Ninguém pode negar o que, por ora, colocamos na conta da coincidência: após a saída do tenente-coronel Carlos Humberto, do comando do 20º Batalhão da Polícia Militar, a sensação que a cidade está mais violenta aumentou.

A bem da verdade, a Polícia Civil ainda não explicou as circunstâncias dos últimos assassinatos, e a população conclui por ela mesma, como deixou claro, a pergunta do vereador Zezinho, esta manhã na Câmara Municipal: por que tiraram o tenente-coronel daqui?, e agora um desastre desse aí, vossa excelência sabe por que tiraram um homem que trabalhava tão bem por Paulo Afonso?

Marconi Daniel (PHS) disse que “não saberia responder”, mas que lembra uma fase: “Tudo o que é bom para Paulo Afonso vai embora rápido, e vale lembrar do abaixo-assinado com assinatura dos prefeitos [durante a inauguração da policlínica (12/07) prefeitos da 13º região entregaram assinaturas ao governador Rui Costa pedindo a permanência do comandante Carlos Humberto] , há muito tempo não víamos essas cenas aqui, eu queria muito ter essa resposta, mas infelizmente estamos perdendo a paz.”

Daniel referiu-se aos últimos assassinatos ocorridos no BTN, e da chacina havida na noite deste domingo 04 [Leia aqui].

Pelas ruas as pessoas comentam, “aqui tá uma matança muito grande.”

Marconi Daniel rebateu a explicação do colega Moreirão (PSC), sobre o tempo de permanência do ex-comandante. “Já tivemos comandante aqui por seis anos.”

Na última quarta-feira 31, aconteceu a transferência de comando, saindo Carlos Humberto e assumindo o  tenente-coronel André Luís Cunha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.