contato@ivonelima.com.br

Paulo Afonso-BA, 26 de maio de 2022

Thomázia Pereira esclarece que não será candidata e diz que se inspira em sua mãe “Viveu para servir”

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
page

Glória – Uma das jovens mais promissoras na política local, infelizmente, não irá concorrer a uma vaga de vereadora na Câmara Municipal em 2020. Thomázia Pereira telefonou para o Painel e quis deixar claro que não é candidata, como deu a entender uma nota publicada ontem, cuja repercussão está muito grande.

Thomázia cresceu no meio político com sua mãe Adair Pereira, que faleceu em 1998.  “Eu faço o possível e o impossível para ajudar as pessoas. E como não irei concorrer, não posso deixar que as pessoas confundam as coisas”, esclareceu ela.

“Eu aprendi que política é outra coisa”

Desiludida, Thomázia disse que menos pelo machismo e mais pela falta de compreensão da população do que é o papel de um político, ela desistiu.

“Foram vários motivos que me desanimaram. Mas é o seguinte, você pode ajudar, mostrar que tem boa vontade – porque não é de hoje que eu venho mostrando isso, não é de hoje que a minha família, a minha mãe, inclusive morreu porque não se cuidava, ela fazia de coração, por amor, mas ultimamente a política virou fonte de dinheiro. Elas não se preocupam se você se dedica, se é uma boa pessoa e com boas intenções.”

“Minha mãe viveu para servir”

“Minha mãe trabalhava como auxiliar administrativa na gestão de Alcântara, depois ela passou a ser um grande cabo eleitoral. Concorreu a prefeito em 1992, mas sem apoio perdeu. Em minha casa, às 4h da manhã, já estava cheia. Mesmo doente ela não se furtava. Hoje ela é o grande amor da minha vida e meu maior exemplo”, relembrou Thomázia.

Pois é, dessa forma fica esclarecido, para o mal da política, que Thomázia desistiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.