contato@ivonelima.com.br

Paulo Afonso-BA, 19 de maio de 2022

Exclusivo: Val Oliveira nega fritura no PP “A política precisa se renovar”

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
44788964_2291696794391858_2321020551759396864_n

SALVADOR – O presidente do diretório Municipal do Partido Progressista, Dernival Oliveira “Val” negou em conversa exclusiva com o Painel, que sofra um processo de fritura na legenda.

Emissários do PP me avisaram que a saída de Val é inevitável e deve acontecer logo. Em vez de me responder, Val quis saber: “São pessoas de caráter?”

Val explicou que quando se ganha uma eleição ninguém lembra de cobrar nada, mas perdendo as cobranças chegam e que ele está realmente em processo de saída, não do partido, mas da vida pública, em razão dos negócios familiares e do apelo dos filhos.

“Eu desafio a qualquer um que me substituir conseguir fazer crescer o partido como eu fiz. Vejam quantos votos tinham os deputados da região no passado e quantos têm hoje.”

Val também negou veementemente que haja conflitos com os Negromonte. “Com Mário [ex-deputado federal Mário Negromonte] eu falo todo dia. E com o Mário Júnior se houve algum entrevero foi coisa de política mesmo, ainda neste fim de semana conversamos bastante sobre várias coisas. Não há qualquer problema.”

A renovação

Val que foi vereador por três mandatos e começou sua vida pública ainda meninote, aos 18 anos, disse que a política precisa de renovação. “É hora de passar o bastão, e dar oportunidade aos outros.”

Vai demorar um pouco

Ainda de acordo com Val ele projeta deixar mesmo a política em 4 anos. “Eu tenho muitas coisas para resolver aqui em Salvador, no governo de Rui Costa, mas eu estou sim me preparando para deixar. Vou atender a um pedido de minha mãe e de meus filhos. Quero acompanhar os estudos deles que se preparam para a faculdade.”

As propostas

Val disse ainda que não faltaram propostas para ele em Paulo Afonso, “para cargos muito bons”, mas que ele não é um político que mira apenas o umbigo. “Eu não sei trair.”

Val falou que nenhum amigo ou adversário vai receber dele agressividade. “Não espere de mim que eu vá agredir pessoas por questões políticas, nunca fiz isso nem vou fazer. Eu sei o meu momento de entrar e de sair.”

Panorama para as eleições de 2020

De saída Val negou que o partido tenha cogitado apoiar Mário Galinho. “Ninguém falou nisso ainda”, e acrescentou: “movimento político faz quem tem mandato, eu aprendi com Mário Negromente que ninguém manda em político uma vez eleito”, disse referindo-se à tímida atuação dos progressistas na Câmara Municipal.

 

 

Foto: Facebook de Val Oliveira. 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.