contato@ivonelima.com.br

Paulo Afonso-BA, 19 de maio de 2022

Em visita ao Rubão, Mário Galinho mostra a real: imundície, depredação, lama e perigo

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
page

PAULO AFONSO – Bastou circular nos sites e redes sociais o caos em que se encontra o estádio municipal Ruberleno, para que a prefeitura anunciasse na madrugada deste domingo 14, que “os reparos estão sendo feitos no gramado, iluminação, instalações elétricas e hidráulicas, arquibancadas e alambrados.”

Vereador Mário Galinho na real: lama, destruição, abandono.

Estranhamente, o Ruberleno – em que pese o tanto de reparos anunciados-, vive em estado calamitoso. No início da gestão, o prefeito Luiz de Deus (PSD) esteve por lá, para acompanhar “reformas” que estavam em curso. Quais?, se passados dois anos, a situação é dramática?

Jânio Soares ignora dez convocações para a Câmara Municipal

O vereador Mário Galinho já fez uma dezena de denúncias no que classifica de “malversação do dinheiro público”, aplicada com extrema habilidade, pelo secretário Jânio Soares, de Cultura e Esportes. Nunca obteve quaisquer respostas.

Nesses departamentos, a impressão que se tem é que funcionam à parte da coisa pública. Ninguém por ali precisa explicar absolutamente nada. Por exemplo: é dinheiro público e há convocações aprovadas por unanimidade pela Câmara Municipal, mas por que Jânio iria?, se, não comparecendo, também não sofre qualquer importuno?

Uma vez convocado, e não comparecendo, é sabido que Jânio Soares poderia sofrer crime de responsabilidade. Daí por que se faz imediatamente uma pergunta obrigatória: quem vai recorrer para que a lei saia do papel?

O presidente da Câmara Municipal, Pedro Macário (PP) só está na cadeira porque o prefeito consentiu. Bem, e Luiz de Deus, na melhor das hipóteses, deve estar muito satisfeito com o trabalho de Jânio, pois, até aqui nunca se ouviu nada que demonstre o contrário.

Resta, então, o vereador, por iniciativa particular que esbarrará na Justiça de Paulo Afonso, e não preciso comentar mais nada.

O gato comeu o dinheiro das “reformas” do Rubão.
O piscinão do Rubão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.