contato@ivonelima.com.br

Paulo Afonso-BA, 20 de maio de 2022

Líderes das bancadas se unem para não ter o Grande Expediente

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
05cd01d5-2770-4478-8a53-32b51892647e

PAULO AFONSO – Pela segunda semana consecutiva – e anotem: vai acontecer muito – os vereadores das bancadas de liderança e oposição [oposição chapa branca] se uniram e votaram para que não houvesse o Grande Expediente na 2ª sessão ordinária da última segunda-feira 25.

Só votaram contrários ao pedido, os vereadores Jean Roubert (PTB) e Mário Galinho (SD), os demais ficaram sentados.

Cumpre dizer que agindo assim, a Câmara sabota o debate público. O púlpito deve ser do vereador, que traz em suas anotações os reclames da população, que por sua vez não tem como ir pessoalmente ao prefeito fazê-las.

O expediente é manjado. Se a gestão está mal, os parlamentares fazem de tudo para calar as poucas vozes dissonantes. A coisa está tão desmascarada que hoje as sessões acontecem sem que haja sequer plateia. O pessoal não vai mais porque sabe que “tá tudo dominado”.

Luiz de Deus não ceifou apenas a presidência de Jean Roubert; ao miná-lo, tirou por tabela, a Câmara do jogo.

Como é que, há uma denúncia de que está faltando merenda escolar em unidas do município e o líder da oposição, José Carlos Coelho (PRB) em vez de pedir ESCLARECIMENTOS, vota a favor de que se cancele o Grande Expediente? É absolutamente inacreditável.

Mais injustificável ainda, se for considerado que só há uma reunião por semana [e como são bem remunerados].

As demandas do povo, gente que perdeu tudo durante as chuvas, não foram amplificadas e, por isso mesmo, legitimadas pelo Poder Legislativo, porque esse como é possível anotar, está curvado a outros interesses. Mas o tempo, senhor de tudo, há de passar. Em um ano esses mesmos cidadãos estarão de porta em porta. Aí será a vez de o povo dar a resposta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.