contato@ivonelima.com.br

Paulo Afonso-BA, 21 de maio de 2022

“Dói no coração”, diz Mário Galinho sobre falta de merenda em escola da área rural

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
galo

O vereador Mário Galinho (SD) comprou há pouco, através de um vídeo veiculado em seu Facebook que, nas últimas semanas falta merenda escolar em unidades da área rural. O vereador foi até uma escola do Barro Vermelho, a convite de pais de alunos, e viu o fogão desativado.

Havia, a bem da verdade, na prateleira alguns mantimentos, mas no restante faltava o complemento para elaborar o cardápio.

Barro Vermelho, área rural 

“São 9h30 da manhã e eu vim aqui mostrar a vocês com muita tristeza no coração, porque acredito que muitas famílias aqui, da área rural, vivem do Bolsa Família, e suas crianças veem apenas não só para estudar, mas para também fazer a merenda que é direito deles”, relata o vereador enquanto prova pelas imagens.

Segundo afirmou o vereador, não foi a primeira vez que ele recebeu denúncias de famílias. “Falta tudo: arroz, colorau, sardinha, poupa de tomate, achocolatado, vinagre, feijão, milho, mungunzá … Estamos em horário de funcionamento e as panelas estão limpas.”

Câmara blinda prefeito 

Na sessão ordinária da última segunda-feira 25, Galinho até tentou falar, mas ficou impossibilitado, porque o líder da bancada de situação, o vereador Bero do Jardim Bahia (PT), com o apoio do líder da oposição, José Carlos Coelho (PRB), e dos colegas de bancada Leda Chaves (PDT), Bero do Jardim Aeroporto (PP), Cícero Bezerra (PP), Edilson do Hospital (MDB), e Moreirão (PSC) votaram para que não houvesse o Grande Expediente.

Segundo argumentou Bero, eles queriam sair mais cedo porque iriam visitar ruas que foram prejudicadas pelas chuvas.

Por seu turno, ontem à noite, a prefeitura pediu que fosse publicada a seguinte nota, a respeito da denúncia de Mário Galinho:

A respeito da matéria veiculada neste meio de comunicação sobre a merenda escolar, a Prefeitura de Paulo Afonso reforça que os fatos noticiados  não são verdadeiros. Não há falta de merenda nas escolas da rede municipal. As unidades de ensino são abastecidas no período de 15 dias e um mês a depender do gênero alimentício. Os mapas de distribuição são quinzenais no caso dos gêneros da Agricultura Familiar e mensais em relação aos demais gêneros, atendendo às seguintes modalidades de ensino: Creche, Educação Infantil, Ensino Fundamental I e II e Educação de Jovens e Adultos – EJA, perfazendo os turnos matutino, vespertino e noturno.
A entrega é realizada considerando 3 linhas na área rural e três linhas na área urbana que compreendem o complexo BTN, Jardim Bahia, Siriema, Moxotó e as escolas da ilha. No total são 71 escolas beneficiadas, incluindo 4 entidades filantrópicas conveniadas com o município.
Ressalte-se que a merenda escolar no município de Paulo Afonso é considerada uma das melhores da região, elaborada por nutricionista, com registro de alto nível de aceitação e satisfação pela sua clientela em índices cada vez mais crescentes, com cardápios semanais com oferta de grande variedade de alimentos.
A Prefeitura de Paulo Afonso reforça que está à disposição para demonstrar a merenda servida nas escolas e assim seja constatada a qualidade da comida ofertada à comunidade escolar.”

 

O vídeo de Mário Galinho: 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.