contato@ivonelima.com.br

Paulo Afonso-BA, 26 de maio de 2022

Luiz sobre Mário “O pior que existe na política nacional”

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
amigo

A vinda do ministro da infraestrutura, Tarcísio Gomes a Paulo Afonso,neste fim de semana, serviu para aproximar [ainda que por ora só na fotografia] os políticos Luiz de Deus (PSD) e Mário Júnior (PP), prefeito e deputado federal respectivamente.

Não é, óbvio, a primeira vez que isto acontece. Nas visitas do governador do estado, Rui Costa e outras autoridades é comum que ambos dividam a mesma sala.

As fotos viralizaram porque, em primeiro lugar, Luiz de Deus foi o grande patrocinador da presidência da Câmara Municipal para os progressistas, minando o partido da oposição e o transformando numa legenda mambembe, à medida que limava as chances do seu maior opositor daquela hora, Jean Roubert (PTB). Numa jogada só, sem que houvesse uma única canetada o prefeito de Paulo Afonso destruiu os dois.

Em segundo lugar, salta aos olhos que o ex-prefeito Anilton Bastos (Podemos) se articula para a campanha municipal – não se sabe ainda se ele mesmo ou dona Ana Clara (atual secretária de desenvolvimento social) -, mas é certo que dadas as últimas demissões feitas por Luiz “não há clima para continuar juntos” e evidentemente, ver Luiz e Mário assim tão próximos pode dizer mais do que sugere a foto. “Uma articulação para quem sabe sair contra Anilton”, avaliam alguns.

Outro aspecto inevitável da foto, é ver o sorriso de Mário e, vale prestar atenção, de Luiz, quando se tem em mente, “as doces palavras ditas pelo mais velho” sobre o mais novo. Vamos recordar a parte, digamos, didática, em entrevista à RBN, uma espécie de antologia para os anais da política local:

“Como é que o povo de Paulo Afonso ainda tem um número significativo de pessoas para votar naquele rapaz. Ele é o que de pior existe na política nacional – não pode existir um cidadão pior do que aquele- , ele é pior que o pai, que já não presta…. Agora eu pergunto: Luiz de Deus está sendo julgado quando?, por qual tribunal? E você tão novo, quantas vezes deveria ser julgado daqui até terminar a vida pública, quero ver um matemático capaz de julgar…. Você tão novo já tem noventa processos por malversação do dinheiro público…”

Olhando bem a foto, não se pode arriscar quem o que mudou, passados aí quase três anos desta entrevista: será que Luiz de Deus não pensa mais assim?, ou foi Mário Júnior que aceitou as críticas e sorrir para a vida, como quem diz “é mestre!”. Só o tempo vai dizer.

 

Fotos para essa reportagem: Facebook de Mário Júnior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.